Mês: abril 2010

Dica para o fim de semana: visite o Inhotim

O Instituto Inhotim é um complexo museológico original, constituído por uma seqüência não linear de pavilhões em meio a um parque ambiental. Suas ações incluem, além da arte contemporânea e do meio ambiente, iniciativas nas áreas de pesquisa e de educação. É um lugar de produção de conhecimento, gerado a partir do acervo artístico e botânico. Está localizado em Brumadinho, a 60 quilômetros da capital mineira.

O representativo acervo de arte contemporânea de Inhotim vem sendo formado desde meados da década de 1980, e tem como foco obras criadas a partir dos anos 1960. Possui pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações de artistas brasileiros e internacionais.
Já a enorme variedade de plantas faz de Inhotim um local onde se encontra uma das maiores coleções botânicas do mundo, com espécies tropicais raras e uma reserva florestal que faz parte do bioma da Mata Atlântica.
Tudo isso fornece de base para o desenvolvimento de pesquisa, inovação científica e educação.

Chá de Hibisco: novo aliado

O chá de hibisco possui propriedades nutricionais capazes de auxiliar na perda de peso. Ele queima gordura localizada porque ajuda a estimular o metabolismo, tem ação digestiva, diurética e ajuda a reduzir o colesterol ruim. A ação diurética do hibisco transformou a planta numa grande aliada das mulheres na luta contra uma inimiga implacável: a celulite.

No caso do hibisco há também a propriedade de auxiliar a reduzir as taxas de lipídios e glicose totais no sangue, colaborando na prevenção do desenvolvimento do diabetes tipo 2. Outro ponto positivo é que o chá de hibisco contém concentrações elevadas de flavonóides – reconhecidos como protetores contra os radicais livres.

Como fazer o chá – Para preparar a bebida, é necessário comprar o produto desidratado no supermercado. Assim, adicione uma colher de sopa de hibisco para um litro de água. Após ferver por 5 minutos, o chá estará pronto e poderá ser consumido quente ou gelado. Outra opção é comprar o chá em sache e seguir as orientações do fabricante.

Fonte: www.necessaire.com.br

Pilates na gravidez

O corpo muda rapidamente durante a gestação, o que causa desconforto, dores e má postura. Mas tudo isso pode ser amenizado com o método de condicionamento físico Pilates. Desde que não haja contraindicação médica, as grávidas podem começar o exercício logo depois do terceiro mês de gestação e manter a prática até o final do sétimo.
Os benefícios? A modalidade alonga e fortalece a musculatura, principalmente a de abdômen, glúteos e parte inferior das costas, considerada o centro de força do corpo e responsável pela sustentação da coluna vertebral.
Além de ganhar condicionamento físico e bem-estar e controlar o peso, a gestante que faz Pilates ainda tem um ganho extra. Um abdômen mais forte vai facilitar o trabalho de parto. “Nessa hora, o útero se contrai para expulsar o bebê e, por um ato reflexo, a mulher também faz pressão abdominal, que é importante para empurrá-lo pelo canal vaginal. Um abdômen mais forte facilita esse trabalho. Nos momentos finais, há um relaxamento do períneo que permite a passagem da criança”, explica o ginecologista e obstetra Alexandre Pupo, do Hospital Sírio-Libanês. Outra vantagem para levar em conta: “Depois do nascimento, se essa musculatura estiver bem treinada, ela se recupera mais rapidamente”, continua o obstetra.

Fonte: www.bebeabril.com.br

Pilates: preferência entre os atletas

Os atletas que praticam Pilates, já perceberam os benefícios de uma maior flexibilidade, equilíbrio, coordenação, resistência, velocidade e agilidade. Além disso, um vasto número de atletas em uma grande variedade de esportes perceberam a eficácia do Pilates para tudo, desde prevenção de lesões para a recuperação, até o fortalecimento de seu corpo.
Comum a todos os esportes é a necessidade de construir músculos longos e flexíveis, para ativar os músculos abdominais profundos, criando assim um centro de força (core) devidamente forte. O Pilates aborda esses quesitos, além de ser um complemento ideal para outros métodos de treinamento.
Se o seu corpo é sua casa, então a sua fundação é o seu core. Há provas irrefutáveis de que um core forte é importante, pois fornece a base para os membros se movimentarem durante a prática esportiva. Não apenas isso, um “core” forte é fundamental, pois é dele que vem todo o seu poder e energia durante os exercícios físicos. Além de melhorar o desempenho, ele vai ajudar a reduzir o risco de lesões e acelerar a reabilitação e recuperação. Além disso, o Pilates irá adicionar o equilíbrio e a flexibilidade ao seu corpo.

Fonte: www.revistapilates.com.br