Hoje vamos falar sobre o movimento e a atuação da osteopatia cranial na melhora dos sintomas.

O crânio é formado pela junção de vários ossos, sendo os mais externos: o occipital, parietais, temporais e frontais. Esses ossos realizam micro movimentos que ajudam a regular o organismo, e assim como na coluna, a restrição desses movimentos pode levar à sintomas indesejados.

Através da fáscia, membrana que une todo o corpo, o movimento do osso occipital reflete no movimento do sacro. Dessa forma, uma restrição no sacro pode levar a uma alteração da fisiologia cranial e vice-versa. O movimento desses dois ossos deve estar sincronizado para que o corpo não tenha prejuízo em sua função.

Osteopatia cranial:

A osteopatia visa equilibrar esse movimento cranial e sacral, reduzindo restrições e dissipando estresses gerados por tensões nessas regiões. O sistema craniossacral atua diretamente na redução de cefaleias e enxaquecas, labirintite, sinusite e rinite, dores crônicas vertebrais, estresse, fibromialgia, disfunção da articulação temporomandibular, disfunção do sistema nervoso, regulação hormonal, dificuldades emocionais e muitos outros.

Agende já sua consulta e melhore sua qualidade de vida! Ligue para marcar: 📞: (31) 3077-2957.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *