Plataforma Vibratória

Hoje tive um tempo livre no trabalho, daí resolvi fazer uns exercícios na Plataforma Vibratória. O bom de trabalhar no Estúdio Forma é que no tempo livre dá para ficar em forma!
A vibração da Plataforma provoca uma aceleração em todas as direções e assim exige mais esforço para manter o corpo em equilíbrio.
Eu adoro principalmente fazer agachamentos e trabalho de glúteo nesse equipamento. Hoje decidi colocar apenas 1 kg em cada perna para os trabalhos de glúteo, mas prometi pra mim mesma que vou aumentando gradativamente este peso!
Fiz também um trabalho aeróbico, já que quero melhorar meu condicionamento e consegui chegar aos 70% da frequência cardíaca máxima.
Para quem tem muita retenção hídrica (acúmulo de líquido no corpo), ou quer melhorar o aspecto da celulite, nas minhas aulas de Pilates costumo acrescentar uns minutos na Plataforma, ou trabalhar com circuito incluindo o uso deste. O resultado é fantástico!
A Plataforma Vibratória, porém, não é indicada para quem está gravida, tem crises de enxaqueca, usa DIU, ou tem labirintite.
Experimentem!

IMG_3294

Caminhando se vai longe…

Como já disse, minha meta para 2015 é correr a Volta Internacional da Pampulha! Então tenho que começar de alguma forma meu trabalho aeróbico.
Resolvi caminhar com a Belinha, assim junto o útil ao agradável! Quando estou mais animada vou pra praça, mas hoje foi dia de caminhada no prédio. Cheguei do trabalho, calcei o tênis, peguei meu polar, coloquei um chapeuzinho no meu bebê e fomos com todo o pique! Empurro o carrinho dela por todo o percurso.
Fiz o cálculo da minha frequência cardíaca máxima e decidi começar com 70 a 80% da FCmáx e 40 minutos de caminhada.
Nada de ipod. Troquei meu ipod para cantar galinha pintadinha! Aja folego!
Enquanto não chega meu treino de corrida (isso também já foi pensado!), estou dando uns trotes de 1 minuto cada. Hoje consegui fazer 6! E quando eu estava mais ou menos na metade, não precisei mais das cantigas, Belinha dormiu…

IMG_3134

 

(Fotografia: Andreia Monteiro)

Adeus meus gostosos!

Avaliação Nutricional

Prometi que este ano iria tirar (devagar) minhas “gostosuras”. Como falei, na gravidez consegui manter uma excelente dieta. Comia direitinho, de 3 em 3 horas e tal… mas na amamentação… chutei o balde! Achei que comer bem era comer mal, o dia inteiro e muito!!!
Dieta já! Recebi minha dieta hoje! Minha nutricionista, a Cristiane Almeida, é uma gracinha de pessoa! Entende o que passei mas, claro, quer tirar tudo de uma vez! Será que consigo?
Para eu ir animando, já tirei a Nutella do café da manhã, o bolo de cenoura com chocolate, biscoitos, rosquinhas e pães diversos com bastante glúten! Fui no supermercado e já comprei alguns itens da dieta, como aveia, açúcar demerara (este açúcar não recebe nenhum aditivo químico, sua cor é marrom clara e tem valores nutricionais altos, parecido com os do açúcar mascavo) e os ingredientes para o suco verde.
Fiz o suco verde, nem foi difícil, já estava acostumada a tomá-lo durante a gravidez! A base do suco é a couve. A nutricionista disse que o suco verde é um excelente anti-inflamatório, cicatrizante, ajuda a fixar o cálcio nos ossos, desintoxica e também ajuda a eliminar gordura! Nele também misturo gengibre que ajuda a acelerar o metabolismo, maçã onde encontra-se fibras e vitaminas B, C e E (como diz o ditado: “a apple a day keep the doctor away!”), limão que é rico em vitamina A, B e C e fonte de cálcio, cobre, magnésio, iodo, ferro e fósforo.
Vai aí a receitinha do suco:
– 1 maçã
– 2 folhas de couve
– 1 limão
– gengibre à vontade
Dá mais ou menos 200 a 250 ml! Sempre falo, como paladar é questão de costume, vale a pena tentar!

suco-verde-para-emagrecer-1

Conectando corpo, mente e emoções com meu bebê!

Estou fazendo aula de baby yoga! Está sendo uma experiência incrível, uma estreita sintonia com a Belinha! Na aula tem mais duas mães com seus bebês. São movimentos da Hatha yoga incluindo respiração, relaxamento, equilíbrio, massagem nos pezinhos, movimento dos bracinhos e muitos beijinhos e carinho.
É um momento muito gostoso com minha filha: a gente alonga, fortalece o físico e renova nossas energias.
O movimento, o contato e as brincadeiras dá um toque todo especial!
A aula tem a duração de no máximo 40 minutos e no final terminamos com um mantra maravilhoso!

Amo e recomendo!
Namastê!

yoga1yoga 2

 

(Fotografia: Andréia Monteiro)

Pilates. minhã paixão!

Quando a Belinha estava com 3 meses, comecei com o Pilates. Já estava desesperada com minha barriga. Coisas que antes eu conseguia fazer com a maior facilidade, como levar o umbigo pra dentro, por exemplo, não conseguia mais fazer! Fiquei desesperada!
Mas, enfim, passei de uma barriga normal para uma barriga de gelatina. Socorro!!! Coisa mais difícil é voltar com a barriga antiga, viu!
O pilates sempre foi minha atividade física preferida, não sei se é porque eu dou aula ou porque é bom mesmo!
Quando comecei, estava toda “estragada”, além da barriga, estava com uma dor muito forte no punho esquerdo, minha bursite no quadril dando sinal de vida e uma dor na coluna lombar. Parece milagre, mas com 2 meses não sentia mais nada! E olha que minha rotina continuava a mesma!
Hoje, continuo fazendo religiosamente 2 x/semana. Aproveito o sono da Belinha e faço bem cedinho, no primeiro horário, às 07:00 horas. Estou só esperando ela crescer um pouquinho pra ela fazer comigo, pois no momento ela está com 6 meses. Já estou planejando, daqui uns meses vou mudar minha aula para sábado… enquanto eu faço Pilates, ela brinca de bola!

mamae em forma 1

(Fotografia: Andréia Monteiro)

Nutrição personalizada

Uma alimentação saudável é extremamente importante, isto todos nós sabemos. A maioria das pessoas também sabe que para manter uma alimentação correta, é preciso uma boa dieta, disciplina para segui-la, uma alimentação leve e com alimentos saudáveis.

Algumas pessoas têm o costume de planejar a própria dieta e não pedem auxílio de um profissional, muitas vezes apelando para a internet e ideias próprias, que nem sempre são as opções mais saudáveis e efetivas para a saúde do corpo. nutricao2

Este receio talvez seja fruto do medo que a dieta indicada por um profissional seja criada de forma irrealista, contendo alimentos que a pessoa não tem hábito de comer e opções que depois de algum tempo o paciente desistiria.

Isto é um mito. O profissional de nutrição tem o trabalho de conhecer bem o paciente e dizer dentro da sua alimentação o que faz mal e quais hábitos deveriam ser mudados.

A nutricionista Gabriela Pinheiro fala que a intenção da dieta e da nutrição não é tirar o prazer de comer, e sim, buscar um equilíbrio para que a alimentação não seja um problema na vida da pessoa.

É necessário educar as pessoas, explicar sobre a composição dos alimentos e para o que cada um serve. “O paciente precisa saber o que ele está comendo. Não basta apenas escrever uma dieta, ele precisa entender nem que seja o básico sobre cada alimento” afirma a nutricionista.

Cada pessoa possui um metabolismo e um estilo de vida, uma consulta nutricional tem como objetivo trazer a cada paciente uma dieta personalizada.

“É esta dieta personalizada que vai efetivamente trazer os resultados que o paciente busca, conhecer bem a pessoa, seus hábitos, não somente alimentares, faz ser possível montar um plano alimentar acessível.”

Gabriela Pinheiro atua como nutricionista clínica há 7 anos e realiza atendimentos no Estúdio Forma.

Agende uma consulta nutricional e faça bem a sua saúde.

Adeus, verão.


Hora de redobrar atenção, pois o período de transição do verão para o outono é comum as pessoas sentirem cansaço e dificuldade para respirar. O uso de umidificadores ameniza os sintomas, mas em caso de tosse e febre é recomendado procurar um médico.

 
    Algumas dicas:

  • Mantenha os níveis de hidratação do corpo.
  • Evite longa permanência em lugares fechados. Evitando proliferação de vírus.
  • Higienize sempre as mãos.
  • Tenha alimentação balanceada.
  • Hidrate bem a pele.